textos | alex castro

Como ser rico

Pessoa rica é quem pode comprar tudo o que quer.

Existem duas maneiras de conseguir isso:

» leia o texto completo «

Frankenstein, um romance sobre masculinidade tóxica

Frankenstein (1818), foi escrito por Mary Shelley, então uma menina de dezenove anos, orfã de uma mãe famosa que morreu em seu parto, Mary Wollstonecraft. Talvez por isso seja um romance sem nenhuma mãe.

A autora cresceu na casa de um homem famoso (seu pai, William Godwin) e cercada de outros homens famosos (seu futuro marido e já pai de seu primeiro filho, Shelley; Byron, etc), que morreram jovens e salpicaram filhos pela vida. Talvez por isso seja um romance sobre masculinidade tóxica e, mais especificamente, paternidade.

» leia o texto completo «

Não vale a pena trocar o real pelo ilusório

Se trocar liberdade por segurança desse certo, seria até recomendável.

Se, ao abrir mão de nossa liberdade, realmente obtivéssemos a segurança de que não seríamos demitidas ou rejeitadas, atropeladas ou infectadas, valeria a pena.

O problema é que não existe segurança possível em um universo vasto e insensível, aleatório e entrópico.

A liberdade, mesmo a pouca e limitada liberdade de que dispomos, é um dom precioso que nos possibilita algum grau de potência e de autonomia perante esse universo que em breve nos matará.

Já a segurança é uma ilusão tão frágil que não sobrevive a um beijo adúltero na copa da empresa, que se desfaz na primeira demissão em massa, que não resiste a um diagnóstico de câncer.

Não vale a pena trocar o real pelo ilusório.

Você decide

Gosto de desejar às pessoas que colham tudo o que plantaram.

Assim cada uma decide por si mesma se é uma benção ou uma maldição.

» leia o texto completo «

O controle de danos de nossa bondade

Você é uma pessoa boa? Você gosta de ajudar os menos favorecidos? Você tem consciência social? Então, o filme espanhol Até a chuva, de 2010, foi feito pra você.

» leia o texto completo «

Eu não sei o que está acontecendo na Síria

Fala-se muito da obrigação de se informar, de seguir o noticiário.

Mas… por quê?

» leia o texto completo «

Outrofobia, o espetáculo

O espetáculo Outrofobia, escrito por mim, está em cartaz em Curitiba.

» leia o texto completo «

As únicas lutas

Pessoa querida me elogiando:

“Alex, admiro sua esperança, seu otimismo.”

Eu, surpreso:

“Esperançoso? Otimista? Eu? Onde foi que passei essa impressão?”

» leia o texto completo «

A menina sonhadora feliz cabeça-de-vento

Sinopse do filme. Menino conhece menina. Em um enterro. Frequentam vários outros funerais juntos. Começam relacionamento. Menina tem câncer terminal. Menina morre, menino amadurece. Final feliz. Como não?

» leia o texto completo «

Não entendo a Claudinha!

As pessoas não entendem a Claudinha porque não enxergam a Claudinha.

» leia o texto completo «

Marionetes do destino: o teatro de Maeterlinck

Maurice Maeterlinck (1862-1949) foi um escritor, poeta e dramatugo belga, imensamente popular em sua época, um dos primeiros ganhadores do Nobel de Literatura (1911) e, hoje, injustamente esquecido.

Pelo menos duas de suas peças estão entre o melhor do teatro europeu do XIX: Os cegos e Interior, ambas do começo de sua carreira (década de 1890, quando estava na casa dos trinta) e escritas para marionetes, ambas pequenas joias de simplicidade e economia cênica.

» leia o texto completo «

E se a sua mulher engordasse?

E se, ainda por cima, você fosse um homem muito bonito? Pois foi o que aconteceu com Pierce Brosnan.

E aí?

Aí nada, né? Por que é que tem que ser alguma coisa?

» leia o texto completo «

Os cabelos de um homem

Você já parou pra pensar na quantidade de tempo e de dinheiro e de trabalho… que gasta com seus cabelos?

» leia o texto completo «

Pequeno apanhado de leis

Algumas coisinhas que fui aprendendo pela vida, ao custo de muita porrada, e que tento nunca esquecer. São leis de mim para mim mesmo. Então, amiga leitora, não pense que estou cagando regra na sua cabeça, mas sinta-se à vontade para usar minhas regras em sua vida.

Com vocês, minha sabedoria acumulada.

» leia o texto completo «

Riachuelo, a batalha mais decisiva da História do Brasil

11 de junho de 1865, nove da manhã. A Esquadra do Império Brasileiro, ancorada no rio Paraná perto da cidade argentina de Corrientes, é surpreendida, em pleno desjejum, pela Marinha Paraguaia em peso.

Estava para começar a batalha mais decisiva do maior conflito do nosso continente.

(Clique nessa, e nas outras imagens dessa página, para ver em tamanho maior.) » leia o texto completo «

Três booktrailers de Atenção., de Alex Castro

Todos produzidos pela Editora Rocco e filmados em Eininji — Templo do Cuidado Amoroso Eterno, em Copacabana, onde pratico e dou instrução de meditação.

» leia o texto completo «

nosso futuro por um iphone

a decisão de organizar nossa sociedade de acordo com leis amorais é uma decisão moral.

ao escolher valorizar alguns bens e serviços e não outros, ao escolher responsabilizar algumas pessoas e não outras, ao escolher incentivar algumas atividades e não outras, estamos revelando nossa escala de valores e construindo um mundo à sua imagem e semelhança.

» leia o texto completo «

“Praticamos atenção para melhor enxergar e cuidar de quem está a nossa volta”

A Bodisatva conversou com Alex Castro sobre novo livro que aborda a importância da atenção para ouvir e servir melhor ao próximo.

(Entrevista com Alex Castro, por Davi Carneiro, em Revista Bodisatva, maio de 2019.)

» leia o texto completo «

Elogio à pirataria

Como autor publicado, eu digo e repito:

Qualquer conteúdo que possam consumir pirateado, consumam.

E não, isso não vai quebrar os produtores de conteúdo.

» leia o texto completo «

Acordar de bom humor

Todo dia, acordo e penso:

“Estou vivo. Não morri durante a noite. Tenho (talvez) mais um dia. Um dia pra eu fazer o que eu quiser. Um dia que pode mudar minha vida. Um dia para ir à praia, trabalhar no meu romance, ler A montanha mágica, me masturbar gostoso, rever quinze episódios de Seinfeld. Um dia roubado do tempo. Um dia antes da morte. Hoje. Agora.”

» leia o texto completo «