Categorias
5ª aula: Idade Média

Idade Média, suas línguas e literatura: uma brevíssima história

A Idade Média não foi nem Era das Trevas nem Idade de Ouro, mas um período de grandes contrastes, em que fome e peste se alternaram com prosperidade e paz, no qual o universalismo do papado e do império conviveram com os particularismos senhoriais e com as monarquias em vias de centralização.

Categorias
5ª aula: Idade Média decameron grande conversa

Decameron, de Boccaccio

Em plena erupção da peste negra, um grupo de dez pessoas foge de Florença e se isola em uma villa rural. Verdadeiras xerazades medievais, elas mantém a morte afastada contando histórias umas para as outras: dez pessoas (sete mulheres), contando dez histórias por dia, durante dez dias. (Daí o título Decameron.)

Nenhuma outra obra da literatura universal acontece sob a sombra de tanta tragédia. Nenhuma outra obra da literatura universal celebra a vida com tanto vigor, com tanta força, com tanta alegria.

Categorias
10ª aula: Burgueses 5ª aula: Idade Média grande conversa

A importância da tradução

Um dos principais temas do curso Introdução à Grande Conversa é tradução. A maioria das pessoas alunas nunca tinha se dado conta da importância de boas traduções.

Por exemplo, o Decameron é uma obra canônica há quase um milênio e já foi traduzida e retraduzida várias vezes para todas as línguas ocidentais. Por que tanto trabalho? Por que retraduzir um livro já traduzir? Por que pagar mais caro para ler uma tradução contemporânea ao invés de simplesmente ler uma tradução antiga, em domínio público, de graça?

Categorias
5ª aula: Idade Média grande conversa

Por que existem tão poucos clássicos medievais?

Algumas pessoas do curso Introdução à Grande Conversa: Um passeio pela história do ocidente através da literatura fizeram diferentes variações de uma mesma dúvida:

“Em se falando de literatura ocidental, se a Idade Média não foi época das trevas… por que a grande literatura sumiu? O que houve com as grandes obras do cânone literário? Por que eram tantas na Antiguidade, tantas a partir do Renascimento, mas, de repente, existe um vazio na Idade Média? Na Alta Idade Media, não tem quase nada, só Beowulf e algumas sagas. Na Baixa, onde já existem algumas, Canção de Rolando, Cantar do meu Cid, Ciclo do Rei Arthur, e depois Divina Comédia, Contos da Cantuária, Decameron, etc, ainda assim não dá pra se comparar à Antiguidade e ao pós-Renascimento em quantidade e qualidade. Por quê?”

Categorias
5ª aula: Idade Média 6ª aula: Navegações grande conversa

Por que existem tantos gênios da literatura no Renascimento?

Não é que essa época teve mais “gênios” do que a média: é que foi nessa época que escolhemos quem seriam nossos grandes autores, a medida do nosso bom escrever. E por que nessa época? Por causa da imprensa.