O Brasil terá o presidente que merece

O Brasil terá o presidente que merece.

Só depende de nós fazer desse fato autoevidente uma esperança ou uma maldição.

* * *

Apesar de todos os percalços, o Brasil têm:

  • uma democracia robusta;
  • partidos/candidatos representando um vasto espectro político;
  • um tribunal eleitoral vigilante;
  • programa político gratuita na TV e no rádio;
  • uma imprensa livre e forte.

O destino do país está, como sempre esteve, nas mãos de todas nós.

O presidente que elegermos será o presidente que merecemos: ele terá a legitimidade para implementar seu projeto de governo e sua ideia de Brasil, chancelado pela vontade popular.

Em país livre, democrático e soberano, ninguém é inocente do resultado das urnas: é responsável quem decidiu votar e quem decidiu ficar em casa; é responsável quem votou no eleito e é responsável quem não fez campanha o suficiente para o derrotado.

Se quisermos jogar fora trinta anos de construção institucional, é nosso direito: se as pessoas individuais têm direito de se matar, as democracias representativas idem.

Ainda dá tempo de lutar, militar, panfletar pelo projeto de governo que nos contempla.

Depois, será tarde.

* * *

Nesse post, algumas das melhores charges políticas que já vi.

Legenda da imagem: “Eu vou te comer.” // “Pelo menos, ele fala na cara.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

What's this?

You are currently reading O Brasil terá o presidente que merece at alex castro.

meta