Categorias
leituras

Dez romances preferidos

Moby Dick, Miseráveis, Guerra e paz, Grande sertão: veredas, Cem anos de solidão, Manuscrito encontrado em Saragoça, Corcunda de Notre-Dame, Cecília Valdés, Hora da estrela, Enteado.

Perguntaram a vários escritores. Aqui vão os meus.

Todo grande romance é cósmico: ele parte da especificidade das situações cotidianas e, a partir delas, abraça a totalidade da existência.

Primeiro, cinco romances simplesmente perfeitos, que nunca poderiam deixar de estar nessa minha lista:

E outros cinco quase tão perfeitos quanto:

Quais são os seus?

* * *

A lista não é dos “melhores romances de todos os tempos”, o que exigiria uma objetividade que não tenho, mas sim dos meus “romances preferidos”, um recorte necessariamente subjetivo e que diz muito sobre minha vida, minhas premissas, minhas prioridades.

Então, por exemplo, como estudei escravidão por toda a minha vida e é um dos temas que mais me desperta o interesse, a lista inclui o melhor romance sobre escravidão que já encontrei, o cubano Cecília Valdés, o que reflete mais a minha história de vida e minhas prioridades do que a qualidade do romance em si — apesar dele ser, naturalmente, maravilhoso.

Meu autor preferido não entrou, pois nunca escreveu romances (Tchecov), assim como não entraram vários outros que estão entre os mais importantes da minha vida: Ésquilo, Euripides, Lucrécio, Virgílio, Agostinho, Spenser, Vicente, Mendes Pinto, Shakespeare, João da Cruz, Milton, Hoffman, Byron, Shelley, Gogol, Hernandez, Maupassant, Kipling,  Zweig, Gorki, Borges, Weil, Freyre, Singer, Szymborska.

Abaixo, as menções honrosas. Entre elas, onze autoras mulheres.

As duas mais recentes adições à lista foram dois romances contemporâneos sensacionais de autoras asiáticas: A vegetariana (2007), da coreana Han Kang, e Querida Konbini (2016), da japonesa Sayaka Murata. De agora em diante, são autoras das quais vou ler tudo o que lançarem.

(Todos os links de livros levam para a Amazon Brasil. Clicando aqui e comprando lá, você apoia meu trabalho e me ajuda a escrever futuros textos.)

* * *

Menções honrosas

Alemão
Processo, Castelo, Kafka;
Breve romance de sonho, Schnitzler;

Coreano
Vegetariana, Kang;

Espanhol
Guerra do fim do mundo, Tia Julia e o escrevinhador, Filhotes, Vargas Llosa;
Sobre heróis e tumbas, Sábato;
Colmeia, Cela;
Homem que amava cachorros, Romance da minha vida, Padura;
Fortunata e Jacinta, Misericordia, Galdós
Enteado, Saer

Francês
Partículas elementares, Submissão, Houellebecq;
Princesa de Cleves, La Fayette;
Amante, Dor, Duras.

Inglês
Lord Jim, Nostromo, Coração das trevas, Conrad;
Morro dos ventos uivantes, Bronte;
Imperfectionists, Rachman;
Mrs Dalloway, Woolf;
Grande Gatsby, Suave é a noite, Fitzgerald;
Amada, Morrison;
Benito Cereno, Billy Budd, Bartleby, Melville;
Frankenstein, Shelley.

Húngaro
Porta, Szabo.

Japonês

Retrato de Shunkin, Cortador de Juncos, Tanizaki

Italiano
Tetralogia Napolitana, Ferrante;
Leopardo, Lampedusa;

Português
Água vivaPaixão segundo G.H., Lispector;
Manual dos inquisidores, Naus, Antunes;
Dom Casmurro, Mão e a luva, Machado;
Romance da Pedra do Reino, Suassuna;

Russo
Morte de Ivan Ilich, Tolstoi;
Jogador, Dostoievski;
Primeiro amor, Turgeniev;

Tcheco
Insustentável leveza do ser, Brincadeira, Kundera.

* * *

Lista em constante movimento. Atualizada pela última vez no dia 13 de setembro de 2021.

* * *

Dez romances preferidos é um texto no site do Alex Castro, publicado originalmente no dia 23 de setembro de 2020, disponível na URL: alexcastro.com.br/dez-romances-preferidos // Sempre quero saber a opinião de vocês: para falar comigo, deixe um comentário, me escreva ou responda esse email. Se gostou, repasse para as pessoas amigas ou me siga nas redes sociais: Newsletter, Instagram, Facebook, Twitter, Goodreads. // Todos os links de livros levam para a Amazon Brasil. Clicando aqui e comprando lá, você apoia meu trabalho e me ajuda a escrever futuros textos. // Tudo o que produzo é sempre graças à generosidade das pessoas mecenas. Se gostou, considere contribuir: alexcastro.com.br/mecenato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.