Listinhas literárias | alex castro

Listinhas literárias

Pessoas autoras vivas favoritas:
Alexievich, Houellebecq, Lobo Antunes.

Autoras mulheres favoritas:
Alexievich, Brontë, Chopin, Morrison, Murdoch, Woolf, La Fayette, Weil, Lispector.

Livros preferidos de todos os tempos:
Bíblia, Declínio e queda do Império Romano, Ilíada

Melhores romances escritos nas Américas no século XIX:
Cecilia Valdés, Dom Casmurro, Moby Dick.

Livros para entender o Brasil:
Casa grande & senzala, Quarto de despejo, Os sertões.

Pessoas autoras russas fundamentais que não são nem Tolstoi, nem Dostoievski, nem Tchecov:
Turgeniev, Gorki, Gogol.

Melhores romances brasileiros:
Dom Casmurro, Grande sertão: veredas, Hora da estrela, Água viva.

Melhor romanção romântico do séc.XIX:
Os miseráveis, de Hugo.

Melhor romanção realista do séc.XIX:
Fortunata y Jacinta, de Galdós.

Romanções que ainda pretendo ler ou terminar de ler:
Ulisses, Montanha mágica, Homem sem qualidades, Em busca do tempo perdido, Tristam Shandy, Eneida, Ana Karenina, Fivina comédia.

Melhor best-seller internacional brasileiro que as pessoas brasileiras insistem em ignorar:
Quarto de despejo, Jesus.

Melhores pessoas historiadoras:
Fraginals, Freyre, Gibbon, Thompson.

Três pessoas poetas essenciais:
Whitman, Whitman, Whitman.

Melhores romances apesar do final frouxo:
Lord Jim, Morro dos ventos uivantes, Crônica da casa assassinada.

Melhores obras inacabadas:
O castelo, O processo, O romance da pedra do reino, Eneida, O cemitério dos vivos.

Melhor pessoa autora em língua portuguesa, todos os tempos:
Lispector.

Melhor grupo para ir tomar uns gorós em Viena:
Freud, Schnitzler, Zweig.

Melhores contistas:
Borges, Kafka, Machado, Maupassant, Tchecov.

Melhor romance pós-moderno escrito antes da pós-modernidade:
Manuscrito encontrado em Saragoça, de Potocki.

Melhor morte da literatura:
Capitu, em Dom Casmurro.

Melhores livros da Bíblia:
Gênesis, Samuel/Reis, Eclesiastes, Jó, Apocalipse de Esdras.

Melhores autores hermanos:
Borges, José Hernández, Sábato, Saer.

Melhores personagens de séries de literatura de entretenimento:
Alatriste, Fletch, Lupin, Wolfe.

Melhores autores claramente podólatras:
José de Alencar, Dostoievski, Kafka, Antonio Torres, Edmund Wilson.

Melhores obras nas quais rigorosamente nada acontece:
O jardim das cerejeiras, Princesa de cleves, Paixão segundo G. H.

Melhores mulheres malvadas da literatura:
Ayesha (Ela, de Haggard), Cathy (A leste do éden, de Steinbeck), Milady (Três mosqueteiros, de Dumas), Jadis, a feiticeira branca (Leão, feiticeira, guarda-roupa, Lewis), Marquesa de Merteuil (Relações perigosas, Laclos), Xenia (Noiva ladra, Atwood).

Melhor livro de não-ficção no qual não se pode confiar em nada:
Peregrinação, de Mendes Pinto.

Melhor final de romance:
As últimas sessenta páginas de Moby Dick.

Melhor romance chato:
Moby Dick.

Melhor livro sobre pessoas pobres escrito por burguesinho rico:
Memórias de um caçador, de Turgueniev.

Meu irmão de coração:
Agostinho de Hipona.

Livro que eu tenho mais vergonha de gostar:
A nascente, de Rand.

Minha deusa-guia mor:
Weil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.