Categorias
rio de janeiro

lar, dulcíssimo lar

a melhor coisa de estar entre cariocas é que a gente pode dizer que ama, pode mandar passar lá em casa, pode até jurar amizade eterna, e sabe que o outro carioca não vai dar uma de suiço e achar que amo mesmo ou, pior, realmente aparecer na minha casa.

6 respostas em “lar, dulcíssimo lar”

kkkkkkkkkkk o carioca tem a fama, mas sei lá se é só coisa nossa mesmo! te falar que já fui quase uma aspergiana nesse sentido de assimilar as palavras vazias, mas evoluí! agora, se sair da minha boca um “passa lá em casa” pode crer que é convite mesmo!

pelo menos em sp esse negócio de ‘aparece lá em casa – opa pódeixar!” tb é comum. deve ser assim no brasil inteiro. talvez na américa latina inteira. quiçá em outros continentes tb.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.