Um guru necessário: resenha de Atenção., de Alex Castro | alex castro

Um guru necessário: resenha de Atenção., de Alex Castro

Por Luiz Biajoni, em seu blog, a 3 de abril de 2019.

Há uns sete anos, eu almoçava com Alex Castro num restaurante em Copacabana, quando tive uma espécie de visão antecipatória. Ok, não vamos exagerar: conhecia Alex há mais de dez anos, quase desde o início do seu blog Liberal Libertário Libertino, quando ele falava do projeto As Prisões; sabia que ele tinha a intenção de transformar aquelas ideias em um livro, estava tateando sobre como fazer, e percebia a resistência que ele de certa forma se impunha: não queria que aquelas dissertações coloquiais soassem como cagação de regra, como se ele fosse alguém, bem, iluminado, algum tipo de pensador muito certo de suas conclusões, dizendo como as pessoas deviam pensar & se comportar. Ele não queria ser um guru. Ele não estava convicto de que enfaixar aqueles textos num livro fosse resultar em algo dinâmico, duradouro e que seria lido da maneira correta; mais como linhas de pensamento para pensar junto com o leitor que linhas estabelecidas e inflexíveis sobre a vida, o universo e tudo o mais. Eu, puro e besta, forçava-o ao contrário, dizia que ele devia publicar o quanto antes, antes que alguém fizesse algo parecido, antes que surgisse algum espertalhão que ousasse ir contra os padrões estabelecidos, as verdades e pressões sociais da tradição & da História sobre o indivíduo, aquilo que ele questionava e levava o leitor a pensar nos textos dAs Prisões.

alex-e-seu-mala

Surgiram pessoas questionando o formato do planeta, a gravidade, negando a ditadura, dizendo que o nazismo é de esquerda, enfim, o mundo da pós-verdade se estabeleceu sem questionar as mentiras mais duradouras e evidentes que aprisionam o ser humano, a saber, o dinheiro, o trabalho, a monogamia, o sucesso, a felicidade, as bolas de ferro mentais e emocionais que o indivíduo arrasta pela vida, como diz Alex – ok, os temas foram tratados pontualmente por um autor ou outro, por um filósofo desta ou daquela linha, por coachs(maldição!), por psicólogos, mas, aí é que está, não de maneira geral e ampla, com linguagem para o cidadão comum e, importante!, partindo de um conceito original, esse, criado por Alex, o da Outroajuda.

Touché.

Voltando ao almoço daquele dia lindo e ensolarado, falei a Alex que não importava se ele queria ou não ser visto como guru da geração, isso era algo que estava ligado ao ego dele, o que se pode querer ou não… Ele devia fazer o que ele devia fazer, independente de como seria visto ou chamado. Ele não me deu bola, disse que não era hora – e voltou para o seu peixe frito.

Mas eu estava certo.

Ele então ingressou no zen-budismo e burilou seus textos dAs Prisões em uma série de encontros de Outroajuda, uma espécie de instalação artístico-literária, que acabou ajudando-o na definição de conceitos e na criação de termos únicos e exclusivos para a sua literatura e para entender o Brasil e o mundo de hoje: a outrofobia e a outroajuda. A outrofobia foi tratada em livro com mesmo título e, agora, sai “Atenção.”, o livro que trata da outroajuda. Alex conseguiu alcançar um estado tal de desprendimento de ego que já não se importa como vai ser chamado – e já há quem ache que seus livros são algum tipo de “autoajuda com outro nome, para enganar o pobrezinho do leitor”. Mas ele já não liga: os textos de “Atenção.” são carregados de autossuficiência e posição, energia e direção, conceito e fato concreto, análise e conclusão certeiras, sem que ele se importe se vão achar que está cagando regras.

Não está, mas não se pode controlar o leitor mais despreparado.

atenção-capa-com-autor-sem-subtitulo-500x756

É preciso dizer: é um livro para leitores preparados para receber esse tipo de informação, de raciocínio. É preciso querer pensar – algo raro nos nossos dias. É preciso ler com atenção, esse livro chamado “Atenção.”.

Estou feliz pelo Alex, por esse livro e por ele ser o guru certo, neste momento certo. Um guru necessário.

Alex estará em Americana (SP) dia 31 de março para a palestra Atenção como Commodity, na Semana de Tecnologia da FAM – Faculdade de Americana, 19h. Entrada gratuita, patrocínio da Vegas Card.

E no dia seguinte, 1 de maio, nós dois lançamos nossos novos livros na Flipoços. Vai rolar um bate-papo com o público sobre os primórdios da internet. Eu e Alex somos uns dos primeiros a lançar e-books no Brasil.  Vamos lá? 🙂

55875418_390736985085057_5811977949997432832_n

* * *

Próximo lançamento:

Belo Horizonte, sábado, 6 de abril, às 18h, na Livraria Leitura, Shopping Boulevard.

Para saber mais sobre Atenção. e comprar:
alexcastro.com.br/atencao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

What's this?

You are currently reading Um guru necessário: resenha de Atenção., de Alex Castro at alex castro.

meta