Você e eu não temos direito a nada

Temos como suprir toda necessidade, só não temos como suprir toda ganância:

“Somos ladrões. Se pego algo que não preciso para uso próprio e imediato, e guardo essa coisa comigo, então estou roubando-a de outra pessoa. … É uma lei fundamental da natureza, sem exceção, que ela produz o suficiente para nossas necessidades do dia a dia, e se todos pegassem somente o suficiente para si e nada mais, não haveria mais miséria nesse mundo, não haveria ninguém morrendo de fome nesse mundo. Mas, enquanto tivermos tanta desigualdade, teremos também essa roubalheira. … Na Índia, temos três milhões de pessoas que precisam se contentar com uma refeição por dia … Você e eu não temos direito a nada que possuímos até que esses três milhões estejam melhor vestidos e alimentados.”

Gandhi, sobre Trusteeship.

gandhi na cinelândia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s