Prisão Autossuficiência

É desejável sermos tão autossuficientes?

prisao autossuficiencia capa

* * *

Novíssimo texto, com ilustrações originais de Flávia Tótoli:

Prisão Autossuficiência

prisao autossuficiencia

§ 2 respostas para Prisão Autossuficiência

  • Penso em fluxo, trocas, solidariedade. Acredito que existimos a partir das relações que estabelecemos e dos limites que impomos nestas relações. É como se fôssemos um nó em uma gigantesca malha por onde fluem enormes quantidades de energia nas mais variadas formas.

    Congelada em bens como carros, água, camisas, etc, representa a solidariedade do planeta que nos acolhe em uma rede muito maior garantindo a existência de nossos corpos

    Congelada basicamente em átomos de carbono, hidrogênio e água estabelece as bases da vida orgânica que amalgama múltiplas facetas energéticas que compõe organelas, células, tecidos, órgãos, sistemas e por fim nossos corpos

    Congelada em olhares, sorrisos, gritos, entre outros, anima nossas manifestações humanas trazendo certa realidade transcendente a tudo o que existe.

    Livre na forma de raios, elétrons, raios-x, micro-ondas, raios-gama, ondas de calor, luz, entre outras formas, subverte o universo transformando-o em uma miríade vibratória de expressões.

    Como pensar em autossuficiência quando tudo à volta é correlação?

    Talvez possamos e devamos pensar em identidade, singularidade, liberdade de expressão e ação…

  • vania disse:

    o tempo de dependência é relativo a quantidade de privilégios, quanto mais privilégios as probabilidades de dependências são maiores, não é ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

What's this?

You are currently reading Prisão Autossuficiência at alex castro.

meta