livros em cuba

Ruínas da antiga casa-grande do Engenho Los Molinos, em Matanzas 7

há quase dez anos, estudo e pesquiso e escrevo sobre cuba.

apesar do país ter um mercado editorial grande e vibrante, por causa do bloqueio americano, é difícil de encontrar livros cubanos fora da ilha.

resultado: voltei de um mês em cuba com 58kg de livros. cinquenta e oito. quilos. só de livros.

e não são livros capa-dura, não. são livros leves, de capa mole, em papel-jornal. (imaginem o volume que isso ocupou!)

mas valeu a pena. cuba é incrível. sua cultura, sua literatura, sua história, sua revolução.

Ruínas da antiga casa-grande do Engenho Los Molinos, em Matanzas 3

em poucos meses, a editora hedra deve publicar, aqui no brasil, minha edição da autobiografia do poeta-escravo cubano juan francisco manzano, um documento fundamental para compreender a escravidão.

o livro não é editado em cuba desde 1972 e já está na hora de uma nova edição cubana também.

parece que vai ser a minha. com o texto original, e minha introdução e notas traduzidas ao espanhol.

se tudo der certo, a partir de 2015, serei um autor publicado em cuba.

seria um orgulho e uma felicidade enormes.

Ruínas da antiga casa-grande do Engenho Los Molinos, em Matanzas 7

* * *

leia também: em cuba, atrás do poeta-escravo

* * *

na fotos, por claudia regina, a casa-grande do engenho los molinos, em matanzas, onde viveu e cresceu o poeta-escravo juan franscisco manzano.

Ruínas da antiga casa-grande do Engenho Los Molinos, em Matanzas 7

Comments are closed.