porque não debato

duty_calls

debater é uma atividade intrinsecamente narcisista, arrogante, competitiva.

minhas opiniões não são melhores que as das outras pessoas – uma premissa básica do debate, senão não tentaríamos convencer essas pessoas de que nossas idéias estão certas e as delas, erradas.

não cabe a mim a tarefa de corrigir, iluminar, convencer as pessoas que têm opiniões diferentes das minhas – pois, como minhas opiniões são as melhores, quaisquer opiniões diferentes são por definição piores.

evito atividades competitivas como argumentar e contraargumentar, pegar a outra pessoa em contradições, demonstrar as falácias de seus argumentos – na minha vida, prefiro atividades que não tenham vencedoras e perdedoras.

* * *

escrevo textos que expõem algumas das minhas ideias.

leio com atenção todo o feedback que recebo sobre esses textos.

e pronto.

outras pessoas usam meus textos, minhas ideias, meus argumentos para debater. não tenho controle sobre isso e respeito a decisão de quem faz.

mas eu prefiro só escrever os textos e, depois, ficar na minha.

* * *

algumas pessoas discordam veementemente de minhas ideias e me escrevem comentários apaixonados, cheios de argumentos, querendo me provocar ao debate.

mas não vou debater com essas pessoas, contraargumentar seus argumentos, convencê-las das minhas idéias, mostrar seus erros.

nada disso cabe a mim.

eu respeito suas opiniões e agradeço seu feedback.

* * *

de vez em quando, algumas pessoas ficam meio chocadas com essa minha posição, e perguntam:

“mas alex, se você não debate… como você aprende?!

nunca aprendi nada em nenhum debate, esse ambiente hipercompetivivo onde duas ou mais pessoas debatem os prós e contras de uma questão, tentando convencer umas às outras.

em debates, as pessoas só aprendem técnicas de oratória e narcissismo avançado.

eu aprendo lendo, vivendo, experimentando. em livros, em museus, nas ruas.

mais do que tudo, eu aprendo… ouvindo!

nada me ensinou mais do que simplesmente sentar com alguém e lhe oferecer o maior presente que posso dar:

minha atenção plena.

* * *

escrevi esse texto há muitos anos. ele é bastante citado e linkado pela internet – quase sempre por pessoas que também não querem debater.

incrivelmente, toda semana alguém me escreve querendo debater esse texto, ou seja, querendo debater comigo a minha posição de não debater.

minha resposta é sempre a mesma:

“respeito sua opinião. obrigado por me escrever.”

* * *

se esse assunto lhe interessa, leia os exercícios de empatia.

§ 2 respostas para porque não debato

  • olá alex,

    acredito que você nunca entendeu o verdadeiro significado de um debate.
    o debate está muito além de uma competição onde ambos tentarão forçar a outra pessoa a aceitar a sua ideia.
    quando feito de forma coesa, com a mente aberta a novos aprendizados, o debate pode ser de grande valia para aprendizagem de novos assuntos, ou para a fuga da ignorância.
    cada pessoa tem um saber intrínseco, que pode ser compartilhada através de um debate de ideias.

    no mais fico por aqui.

    forte abraço, alex.
    sucesso sempre!

  • Gustavo dos Santos Pinheiro disse:

    O.K.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.